domingo, 16 de agosto de 2009

back to, i go back to

Chuvisco se sentou no meio fio, meio triste.
Chuvisco se sentou no meio fio pra esperar passar.
Chuvisco esperou tanto até que as borboletas do estômago congelaram, meio frio.
Chuvisco sentoueesperou, que nunca tinha entendido caracol de quadrilha.
Chuvisco se sentou no meio fio, meia sem par.
Chuvisco ensaiou suspiros ah como eu amo a mulher que passa. A coisa é que Chuvisco nunca foi relâmpago.
Chuvisco bem quis fazer breu, falar alto, molhar o rosto.
Chuvisco se sentou no meio fio.

3 comentários:

João Gabriel disse...

chuvisco virou tempestade em copo de whysky.
chuvisco devia levantar pra regar flor.
chuvisco faltou pingar e se esparramar em vez de sentar e esperar amar.

JG

GaB! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
GaB! disse...

Se o chuvisco tocar no mar,
ele esparrama, chuvisca na areia,
volta pra água, e sem esperar,
se põe a amar chuviscar!

=)

fã!