terça-feira, 3 de maio de 2011

Che malemolência

Não precisa usar os séculos de experiência nos teclados pra me convencer de que esse samba você vai precisar me tocar uma oitava abaixo.
Aqui, na beira do rio, você trata de atrasar o compasso. Eu deixo de lado os contratempos.

Nosotros na cadência. Faz sol em mi, meu dó deu ré, lá si foi.

4 comentários:

Eduardo Lyvio disse...

Perdi o fôlego por alguns segundos. Isso aí vai dar samba.

Hadassa. disse...

Meu... nem sei. Amei!

Gabriela Kina disse...

GENTE!

Camila disse...

Duduuuuuu, se desse ia ser tãaaaaao legal!!!
Que bom que gostou, Hadassa (: valeu pela visita!
Palavras quase ritmadas, né Gabi?

Beijo