terça-feira, 20 de outubro de 2009

laura

era uma senhora de idade inteira e jogava baralho aos domingos. ela e ela mesma, sempre às sete da manhã, uma missa alternativa. evitava fritura, como tinha que ser. tinha uma hortinha no fundo do quintal, como ela queria que fosse desde o começo da história, que ela regava todas as manhãs com um regador que quase não cabia nas suas mãos pequenas e enrugadas. saía com as amigas nas tardes de sábado para lanches dançantes onde nunca, nunca dançava.
não tinha fotos espalhadas pela casa. a não ser aquela que guardava debaixo do travesseiro e sem a qual não dormia direito, as outras guardava no cofre do escritório.
só assistia a novela das oito às segundas, o capítulo mais morno da semana. morria de medo de enfartar com as fortes emoções dos capítulos dos outros dias.
sempre tinha sido covarde. não subira no pé de caju do sítio onde morava quando menina nenhuma vez, nunca tomava banho de chuva.
regava as rosas e os espinhos três vezes por dia e duas vezes por vez. tinha um radinho de pilhas que ligava e desligava sozinho de surpresa.
tinha 15 borrões de tinta na pele flácida, ex-tatuagens que ela não lembrava bem o que eram. tinha cabelos brancos que lembravam nuvens em dia de sol. tomava uísque de manhã e café à noite porque fazia sentido.
não se sentia à vontade dentro daquele corpo curvado e rígido que diziam que era dela.
tinha um alívio imenso do lado de dentro. tinha uma saudade também. tinha uma agonia ás vezes e nunca se recuperaria do trauma.
culpa toda do narrador insensível que bruscamente fez passar setenta anos em uma página.

6 comentários:

Andriolli disse...

Oi oi Camila! Não sei se é estilo de texto ou escolha sua, mas a falta de maiusculas faz com que eu me perca no texto. Tirando isso, mto legal seu trabalho! Bjs!

Camila disse...

Oi Andriolli!
Não gosto muito de maiúsculas, uso com moderação.. mas o próximo post está cheio delas em homenagem a você.
Obrigada pelo comentário! Beijo

Rodrigo e Paulinha disse...

realmente camila. não sei se foi você que escreveu, parece que sim. ficou muito legal.
Ass: rodrigo emboava

Camila disse...

valeu peeeeeeh!
tenho saudade de vc aqui!!!
Besooo

Luiza Rosa disse...

puxa camis..
que personagem interessante essa.
adorei a descrição..
tenho preguiças esporádicas de maiúsculas..nem havia percebido a falta delas..rs
um bjo!

Flávio disse...

eu venho ver blog de tempos em tempos... ai eu chego e tenho várias supresas, conheço tanta gente, tanta história... E dessa vez foi a laura que me ajudou adescubrir a camila mais um pouquinho.

ps: porque pra ser grande não precisa maiúsculo